Estado de sitio

  • Medo e delírio no Espírito Santo

    Já são 75 mortos no estado e mesmo com o Exército nas ruas, onda de violência continua. PMs aquartelados pedem melhores salários.

Publicidade